domingo, janeiro 13

3 |Resenha| Caiu do Céu - Heidi W. Durrow

Bom dia!!

Tudo conspira contra mim, pelo menos é o que parece! A internet do meu bairro resolveu dar problema justamente no sábado à noite, pode isso? Por isso a resenha só está saindo hoje pela amanhã! Esta resenha foi publicada por mim originalmente no blog Entrando Numa Fria! Leiam e confiram o que eu achei desse livro incrível!

Caiu do Céu
Heidi W. Durrow

Nome do livro: Caiu do céu
Autor(a): Heidi W. Durrow
ISBN: 9788580442717
Páginas: 278
Editora:LeYa
Ano: 2012

Rachel, filha de uma dinamarquesa com um negro, torna-se a única sobrevivente de uma tragédia familiar, depois de uma fatídica manhã no terraço de um prédio em Chicago. Forçada a se mudar para uma cidade estranha, tendo como tutora sua severa avó afro-americana, Rachel é obrigada a viver, pela primeira vez, em uma comunidade de maioria negra, na qual sua luminosa pele clara, seus extraordinários olhos azuis e sua beleza fazem com que seja alvo de constante atenção, por onde quer que passe. Enquanto cresce nesse ambiente e tenta engolir a dor, ela começa a entender como o mistério e a tragédia de sua mãe podem estar ligados à sua própria e oscilante identidade. Criada até então para pensar em si mesma como branca, agora se espera de Rachel que “aja como negra”. E, nesse meio-tempo, a jovem continua se perguntando por que tem de ser definida por sua pele e que motivo justifica que rótulos digam mais sobre o que ela é, em um mundo que insiste em classificá-la tanto como negra quanto como branca. Caiu do céu é um emocionante e perspicaz retrato de uma jovem bi-racial que precisa lidar com as concepções da sociedade sobre raça e classe.


Minha Opinião

Rachel é uma menina meio dinamarquesa, meio africana, que tem a pele negra e os olhos azuis. Após se recuperar de um grave acidente que sofreu com a sua família e do qual ela é a única sobrevivente agora, Rachel é a menina nova, é a menina de 11 anos e que sempre fora criada pela mãe branca e o padrasto branco, quando este estava presente, como se fosse uma menina branca e que agora estava indo morar com a sua avó negra, em um bairro de negros, onde era a nova menina, a menina negra dos olhos azuis.
 A nova menina não se lembra do que aconteceu, só sabe que perdeu a mãe e os irmãos, que quase morreu quando despencou do terraço de um prédio em Chicago e que agora tem um ouvido ruim, como ela mesma diz. Ela também sente falta do pai e sente falta também de ser a menina branca, mas já está se acostumando com a nova vida de morar com a sua avó e sua tia Loretta e tudo o que Rachel quer é ter uma vida normal, como uma menina negra dos olhos azuis, sem rótulos raciais ou sociais.
“Eles têm um a linguagem que eu não conheço, mas compreendo. Aprendo que pessoas negras não têm olhos azuis. Aprendo que sou negra. E tenho olhos azuis. Atribuo todos esses fatos novos à nova menina.” (p. 18)
A história contada em Caiu do Céu por Heidi W. Durrow é baseada na história de Rachel e que a princípio me pareceu confusa e um pouco sem sentido. Vou me explicar e não pensem que isso foi ruim não! A história é narrada pelo ponto de vista de vários personagens secundários que têm um papel fundamental na história. Quando os fatos são narrados pela Rachel, a história é em primeira pessoa, assim, podemos ver bem de perto todos os sentimentos da personagem enquanto que, as outras narrativas são em terceira pessoa.
 Entre os personagens que narram à história estão Loranne, a patroa de Nella que é mãe da Rachel, Brick, o vizinho aficionado por pássaros, Roger, o pai de Rachel entre outros. Cada personagem traz em sua narrativa uma possível resposta para os questionamentos sobre os motivos do “acidente” que matou a família inclusive, os diários de Nella encontrados por Lorrane que trazem em suas páginas vários indícios do que aconteceria.
“Quero que saibam o quanto eu os amo. Eu os amo e vou mantê-los a salvo. Meus filhos não são metade negros. Eles também são metade de mim. Quero que eles sejam o que quiserem. Não são apenas a cor que as pessoas veem.” (p.170)
A narrativa é muito envolvente e muita coisa acontece no decorrer da história inclusive o amadurecimento de Rachel, as respostas aos seus questionamentos e entraves. Fiquei muitas vezes chocada com algumas passagens, a forma como os fatos são contados ao leitor faz com a gente tenha outra concepção de tragédia e quando isso é contado do ponto de vista de uma criança de 11 anos, é mais chocante ainda.
O livro me conquistou de tal forma que eu tenho certeza que estas palavras não representarão nem metade da beleza contida neste livro. É uma história sobre uma sobrevivente de uma tragédia que viveu para presenciar tantas outras, entre elas a questão racial que é muito bem desenvolvida pela autora.
“Naquele dia, Mor nos levou até o alto do telhado, ela havia calculado a diferença entre o que nós não podíamos ter e sua capacidade de nos observar desejando. A diferença entre sua dor e a nossa, ela decidiu…” (p. 140)
Caiu do Céu é uma história muito tocante e que tem o poder de mexer profundamente com as emoções do leitor. A diagramação do livro é linda, tem alguns erros na revisão, porém nada que venha a comprometer o entendimento da obra. É um livro que eu indico pra quem gosta das questões raciais e sociais.

3 comentários:

  1. Ainda estou em dúvida sobre se vou ler esse livro ou não, mas não posso deixar de admitir que a proposta e bem interessante.

    *bye*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma história que vale a pena conhecer Marla!!! Bj

      Excluir
  2. Eu quero muito ler esse livro!!
    Parece ser muito legal e ainda emociona, do jeito q eu gosto!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!! E lembre-se, seu comentário é muito importante pra mim!!! Volte sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Meu Cantinho | Copyright © 2012 | Layout por Macchiato - |- Powered by Blogger